Arquivo mensal agosto 2014

Otoni afirma que campanha de Gomide está dentro do esperado

Nota divulgada em Política, Diário do Goiás – 12/08/2014.

PT saudações

Nota publicada na Coluna Nos bastidores da política, Jornal O Repórter – 12 a 17/08/2014.

Pergunta para: Rubens Otoni Deputado do PT

Nota publicada na Coluna Giro, Jornal O Popular – 12/08/2014.

Candidato mais votado nem sempre é eleito deputado

Muitas vezes o eleitor não entende por que um candidato bem votado não consegue vaga no Poder Legislativo, enquanto outro com menos votos se elege. Isso ocorre porque, nos cargos de Deputado Federal e Estadual, as vagas são distribuídas conforme a votação recebida por cada partido ou coligação. Ou seja, além de obter votos para si, o candidato depende dos votos computados por seu partido ou coligação.
 
Ao contrário dos cargos majoritários (Governador, Senador e Presidente), em que se elege o mais votado, no caso dos deputados a vitória depende do cálculo dos quocientes eleitoral e partidário. O quociente eleitoral é o resultado da divisão do número de votos válidos (desconsiderados os nulos e brancos) pelo total de vagas disponíveis. Para calcular o quociente partidário, divide-se pelo quociente eleitoral o número de votos obtidos pelo partido ou coligação. O resultado representa o número de vagas a que cada um tem direito.
 
Assim, se a quantidade de votos válidos de uma eleição para Deputado Federal em um Estado for igual a um milhão, e o número de cadeiras for 10, o quociente eleitoral será 100 mil. Ou seja, a cada 100 mil votos recebidos, o partido ou coligação garante uma cadeira na Câmara.
 
Se um candidato recebe 90 mil votos, e seu partido, no total, não obteve o mínimo de 100 mil votos, ele não será eleito. Um partido que recebe 400 mil votos terá direito a quatro vagas, que serão preenchidas pelos quatro candidatos mais votados da legenda, na ordem de votação. Mesmo que o quarto colocado desse partido tenha recebido apenas um voto, ele será eleito.
 
Com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Otoni visita Jaraguá e Goianésia nesta terça-feira

Na tarde desta terça-feira, 11, Rubens Otoni cumpre agenda em municípios do Centro goiano, em parceria com o candidato a Governador Antônio Gomide 13. Às 13h, eles visitam confecções no município de Jaraguá. Depois seguem para Goianésia, onde participam de caminhada e carreata, com início às 16h na Praça da Matriz.
 
O Mirante de Jaraguá, por exemplo, foi construído com recursos federais graças a uma emenda parlamentar de Otoni. Em Goianésia, ele proporcionou a ampliação da feira coberta do bairro Nova Aurora e patrulha agrícola aos produtores rurais. “Para mim, é motivo de grande satisfação contribuir para o desenvolvimento desses importantes municípios da região central do Estado”, ressalta Rubens Otoni. 
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

 
 

Universidades e qualificação profissional abrem portas para os jovens

O Brasil governado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e seus aliados, nos últimos 12 anos, viu milhões de jovens brasileiros conquistarem vagas nas universidades e terem oportunidades de formação técnica e profissional. De 2003 para cá, o Governo Federal se tornou parceiro da juventude, proporcionando-lhe Educação, Saúde e mais oportunidades no mercado de trabalho.
 
Os investimentos feitos durante os governos do PT em Educação passaram de R$ 18 bilhões, em 2002, para R$ 112 bilhões, em 2014, um crescimento real de 223%. A rede federal de escolas técnicas foi ampliada. Em quase 100 anos, de 1909 a 2002, foram construídas 140 escolas técnicas em todo o País. E em apenas 12 anos, 422 escolas técnicas, que fazem parte da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, passaram a atender milhares de estudantes. Atualmente, há 562 escolas técnicas profissionalizantes, localizadas em 507 municípios.
 
A esse esforço de expansão da rede federal de escolas técnicas, soma-se o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), criado no Governo Dilma. São 864 tipos de cursos (220 técnicos e 644 de formação inicial e continuada) oferecidos em escolas técnicas federais e nas unidades do Senai, Senac, Senar e Senat.
 
No Pronatec, os cursos profissionalizantes possibilitam aos jovens entrarem mais rapidamente no mercado de trabalho, que tem alta demanda por profissionais qualificados. Até o fim de 2014, o atual governo terá criado oito milhões de vagas em cursos técnicos e de qualificação profissional.
 
Mais oportunidade de ensino
 
Nos últimos 12 anos, o número de matrículas nas universidades brasileiras dobrou, passando de 3,7 milhões para sete milhões. Foram criadas 18 universidades federais e 173 extensões universitárias, além da abertura de 121 cursos de Medicina.
 
O maior programa de inclusão universitária do País, que oferece bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior a alunos que não podem custear sua formação é um projeto de Rubens Otoni. O Programa Universidade para Todos (ProUni) foi criado em 2005 e já beneficiou, desde sua criação, mais de 1,2 milhão de estudantes.
 
Garantia educacional
 
Desde 2010, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) reduziu os juros para 3,4% ao ano, aumentando o prazo de carência para 18 meses, contados a partir da conclusão do curso, e ampliando o prazo de quitação. Em três anos, o número de alunos beneficiados pelo Fies aumentou mais de dez vezes e, em 2013, chegou a 893 mil – 80% deles vindos de famílias com renda menor que um salário mínimo e meio por pessoa.
 

Lei Maria da Penha completa oito anos e amplia proteção às mulheres

A Lei Maria da Penha completou, neste mês, oito anos de vigência e vem garantindo proteção, abrigo, apuração de crimes e responsabilização dos agressores de mulheres brasileiras violentadas.
 
Com a ampliação das políticas públicas voltadas para elas, cresceu em 20% o número de brasileiras que denunciam na primeira vez em que são agredidas. A Central de Atendimento à Mulher registrou, no ano passado, quase 3,6 milhões de ligações desde que o serviço foi criado, em 2005.
 
O número de centros especializados para atendimento psicológico, social e jurídico aumentou de 92 para 231; as casas de abrigo passaram de 62 para 78; as delegacias de mulheres e os núcleos de atendimento subiram de 328 para 500; e o total de juizados e varas cresceu de 19 para 100.
 
Apesar das conquistas, ainda é preciso avançar em medidas educativas, pontua Rubens Otoni. Para ele, é necessário, especialmente, avançar no reconhecimento da lei por parte de autoridades jurídicas, de profissionais dos centros de atendimento e das delegacias. "A Lei Maria da Penha, sancionada no governo Lula, significou um grande avanço nas políticas públicas para o gênero, mas muito ainda deve ser feito porque as estatísticas mostram que, apesar da lei, a violência continua", ressalta.
 
A Lei Maria da Penha foi instituída em 2006, pelo ex-presidente Lula, e em 2007 foi elaborado um Plano Nacional de Política de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher. O pacto possibilitou apoio financeiro para os municípios criarem centros de atendimento de referência, onde ocorre o acolhimento inicial às mulheres, com apoio jurídico.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Voto útil pode atrapalhar Gomide

Matéria publicada na coluna Anápolis, Jornal Opção – 10 a 16/08/2014.

Otoni visita Cidade Ocidental e Sto. Antônio do Descoberto

Neste sábado, 9, Rubens Otoni cumpre a tradicional agenda de visita a municípios do Entorno do DF. Hoje é a vez de Cidade Ocidental e Santo Antônio do Descoberto, em companhia do candidato ao Governo de Goiás, Antônio Gomide. Segundo Rubens Otoni, seu mandato tem intensa atuação na região do Entorno, proporcionando recursos e investimentos do Governo Federal.
 
Em Cidade Ocidental, distante 204 quilômetros de Goiânia, Otoni já destinou emenda para promover a inserção cultural de jovens de escolas públicas por meio de oficinas de dança, capoeira, jiu jitsu, hip hop, artes plásticas, teatro e música. "Educação e Cultura são fundamentais para o progresso de um País e nós levantamos essas duas bandeiras com muito empenho", defende Otoni. Outra emenda parlamentar de Otoni foi utilizada para construir um Centro de Convivência de Idosos na cidade. 
 
Já no município de Santo Antônio do Descoberto, que fica a 175 quilômetros da capital goiana, Rubens Otoni contribuiu, entre outras ações, para a construção de uma agência da Previdência Social, antiga reivindicação dos moradores que precisavam se deslocar 37 quilômetros de distância até a agência mais próxima, em Taguatinga. A unidade do INSS foi entregue em março deste ano. 
 
Serviço:
– Carreata em Cidade Ocidental: a partir de 8h30, em frente ao Banco Itaú
– Carreata em Santo Antônio do Descoberto: a partir de 15h, em frente ao Banco Itaú
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619
 

Anapolinos têm suas candidaturas deferidas

Matéria publicada em Política, Jornal Contexto – 08 a 14/08/2014.