Arquivo mensal agosto 2014

Ex-reitor da UFG Edward Madureira planeja ser o segundo mais votado do PT para deputado federal

Nota publicada na Coluna Bastidores, Jornal Opção – 31/08 a 06/09/2014.

Investimento em Educação muda perfil do trabalhador brasileiro

A Educação é uma das pontes para a criação de um mercado de trabalho mais produtivo e sustentável. Os 600 mil novos empregos formais criados em 2013 são reflexo desse investimento e mostram que o Brasil está mudando a qualificação do trabalhador.
 
Dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2013, estudo com dados de empregos formais nos setores público e privado do País, mostram que foram criados 1,49 milhão de vagas. Dessas, quase 600 mil foram preenchidas por empregados com nível superior completo.
 
Diversos programas do Governo Federal têm contribuído para melhorar a formação educacional dos brasileiros. Hoje, o País tem 63 universidades federais e 292 campi. Em 2013, aproximadamente 106 mil estudantes concluíram o Ensino Superior, aumento de quase 8 mil novos formandos em relação ao ano de 2012. As matrículas também aumentaram: atualmente há cerca de 7,2 milhões de universitários. 
 
Por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Governo Federal financiou mais de 3 mil estudantes de Ensino Superior em 2013. Outro destaque na política educacional é o espaço para alunos da educação pública nas universidades particulares. Atualmente, 34% dos estudantes de universidades são beneficiados por políticas públicas, como cotas, Prouni e Enem.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Peneira

Nota publicada na Coluna Café da Manhã, Diário da Manhã – 29/08/2014.

Saúde e Educação são prioridades na gestão petista

A transferência de recursos do Governo Federal para Saúde e Educação teve aumento significativo nos últimos cinco anos. De 2009 a 2013, segundo o Portal da Transparência, os gastos com a Saúde passaram de R$ 43,2 bilhões, para mais de R$ 52 bilhões, aumento de 20%.
 
No mesmo período, o investimento em Educação foi 125% maior. Em 2009, o Governo Federal repassou R$ 9,8 bilhões para os Estados; no ano passado, os recursos chegaram a R$ 22 bilhões.
 
A quantidade de investimentos federais nessas áreas aumentará com a sanção da lei que destina 75% e 25% dos royalties do petróleo para Educação e Saúde, respectivamente.
 
Fortalecer a Saúde e a Educação é um dos objetivos do Governo Federal que têm todo o respaldo de Rubens Otoni. Como representante do Governo Dilma em Goiás, Otoni trabalha para o fortalecimento das políticas públicas nessas áreas e, em parceria com as Prefeituras, conquista ações e programas federais para os municípios do interior goiano.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Um mandato em defesa do Sudeste de Goiás

Na Câmara dos Deputados, Rubens Otoni dedicou atenção especial para os municípios no interior do Estado. Sempre preocupado com o bem estar da comunidade e em fortalecer as políticas públicas voltadas para áreas como Educação, Saúde e Habitação, Otoni trabalhou em parceria com as Prefeituras e o Governo Federal para o crescimento do Sudeste goiano.
 
Também conhecida como região da Estrada de Ferro, é composta por 22 municípios. Catalão, localizada a 261 quilômetros de Goiânia, é uma delas. Em janeiro deste ano, Rubens Otoni participou da entrega de moradias, construídas por meio do Programa Federal Minha Casa, Minha Vida. Mais de 600 pessoas foram beneficiadas.
 
Uma das mais importantes obras de infraestrutura já construídas no Sudeste de Goiás está em Catalão. A Ponte dos Carapinas sobre o Rio São Marcos foi uma conquista do Governo Federal em parceria com o Governo Estadual. O novo traçado da GO-506, no trecho entre Santo Antônio do Rio Verde e Pires Belo, distritos do município de Catalão, também foi uma ação federal.
 
Ainda em Catalão, Rubens Otoni é parceiro do Campus da Universidade Federal de Goiás (UFG), instituição de ensino que oferece na cidade 26 cursos de graduação, quatro de mestrado e 20 especializações.
 
No município de Pires do Rio, 147 quilômetros distante da capital goiana, Otoni trabalhou para a revitalização da Praça Gaudêncio Ricon Segóvia. Ele também foi o interventor de recursos do Ministério da Saúde, da Agricultura e da Integração Nacional.
 
A 134 quilômetros de Goiânia, a comunidade de Orizona foi beneficiada com a inauguração da nova agência da Caixa Econômica Federal, em 2013. A CEF é o principal agente financeiro das políticas públicas do Governo Federal, à frente de programas como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida.
 
Distante 257 quilômetros da capital, Campo Alegre de Goiás foi contemplada com recursos federais na área da Agricultura. Com o apoio de Otoni, a cidade ganhou uma retroescavadeira, uma motoniveladora e um caminhão caçamba, resultado do compromisso do Governo Dilma de doar equipamentos agrícolas para os municípios brasileiros com menos de 50 mil habitantes.
 
Moradias pelo Programa Minha Casa Minha Vida e a Feira do Produtor Rural, também foram conquistas de Rubens Otoni para Campo Alegre de Goiás.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Salário mínimo em 2015 pode chegar a R$ 788

Documento entregue pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, ao Congresso Nacional, nesta quinta-feira, 28, prevê para R$ 788,06 o salário mínimo a partir de 1º de janeiro de 2015. A estimativa faz parte do projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para o próximo ano. 
 
Esse valor, que serve de referência para mais de 48 milhões de brasileiros, representa aumento de 8,84% em relação ao salário atual, de R$ 724. Desde que o PT assumiu a Presidência, em 2003, a remuneração mínima ao trabalhador vem sendo gradativamente valorizada. 
 
De acordo com a Constituição, a proposta deve ser aprovada até o dia 22 de dezembro. O Presidente do Senado, Renan Calheiros, garantiu empenho para que a LOA seja votada até o fim do prazo. 
 
Em abril, o Governo Federal havia estimado que o salário mínimo chegaria a R$ 779,79. Na ocasião, foi entregue ao Congresso o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015, que define as metas e prioridades da administração pública federal e serve de base para a elaboração do Orçamento anual.
 
Pelas regras atuais estabelecidas pela Lei 12.382/2011, 2015 é o último ano em que será adotada a atual fórmula de correção do salário mínimo, que considera a variação da inflação do ano anterior – medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) – e a taxa de crescimento da economia de dois anos antes (Produto Interno Bruto). 
 
Com informações do Portal Brasil 
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Saúde amplia atendimentos odontológicos pelo País

Atualmente, mais de 80% dos adultos e mais de 90% dos idosos têm problemas que podem levar à perda do dente. Para mudar esse quadro, o Governo Dilma lançou uma estratégia de ações em saúde bucal voltadas para cidadãos de todas as idades.
 
Até a implementação da nova estratégia, apenas 3,3% dos atendimentos odontológicos feitos no Sistema Único de Saúde (SUS) correspondiam a tratamentos especializados. Quase todos os procedimentos eram mais simples, como extração dentária, restauração, pequenas cirurgias e aplicação de flúor. 
 
As novas ações têm como principais premissas viabilizar a adição de flúor a estações de tratamento de água de abastecimento público; e reorganizar a Atenção Básica e a Atenção Especializada (implantação de Centros de Especialidades Odontológicas e Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias).
 
Hoje, os Centros de Especialidades Odontológicas estão preparados para oferecer à população, no mínimo, os serviços de diagnóstico bucal, com ênfase no diagnóstico de câncer de boca; periodontia especializada (trabalha com tecidos próximos aos dentes, como as gengivas); cirurgia oral menor dos tecidos moles e duros; endodontia (cuida das lesões da polpa e da raiz dentária); e atendimento a portadores de necessidades especiais.
 
Esse é o Governo Dilma levando mais Saúde aos brasileiros!
 
Com informações do Ministério da Saúde
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

 

Plano de Governo de Antônio Gomide prioriza cinco eixos estratégicos

O melhor prefeito do Brasil para governar o Estado de Goiás. Antônio Gomide candidatou-se a Prefeito de Anápolis em 2008 e foi eleito com 75,6% dos votos. Em 2012, se reelegeu com a maior votação proporcional do País: 89,93% dos eleitores o escolheram para mais um mandato municipal.
 
Graças ao trabalho sério de uma equipe dedicada, a gestão Gomide conquistou 92% de aprovação dos moradores da cidade em pesquisa realizada em 2014. Agora, ele é o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) para Goiás melhorar.
 
Seu plano de governo está sendo elaborado num amplo processo participativo conduzido pelo PT e por apoiadores da campanha. Com metodologia democrática e participativa, ouvindo milhares de pessoas em todas as regiões goianas, os debates se organizam em encontros regionais, seminários regionais, seminários temáticos e caravanas.
 
O processo se desenvolve em torno de cinco eixos estratégicos: Desenvolvimento Local Sustentável; Participação Cidadã; Políticas Sociais e Realização de Direitos; Gestão Ética, Democrática e Eficiente; e Desenvolvimento Urbano e Rural e Direito à Cidade.
 
Eixos Estratégicos
 
O primeiro eixo, Desenvolvimento Local Sustentável, compreende a articulação do desenvolvimento social, ambiental, econômico, cultural, político e ético, sob a perspectiva da preservação da vida e dos recursos naturais para as gerações atuais e futuras.
 
Significa dizer que os ganhos e benefícios do desenvolvimento econômico devem ser apropriados por toda a população sem acarretar desequilíbrio ecológico e ambiental ou destruir os recursos naturais.
 
Outro ponto estratégico, Participação Cidadã e Controle Social, reúne demandas das sociedades democráticas, características do Estado de Direito e inscritas como princípios constitucionais no Brasil, além de serem marcas reconhecidas das propostas e gestões governamentais petistas. 
 
Em seu plano de governo, Gomide também aborda as Políticas Sociais e Realização de Direitos, um conjunto de concepções, objetivos e ações coordenadas de governo, que devem ter continuidade, voltadas ao atendimento de necessidades e direitos sociais em diversos campos da vida das pessoas. Entre as áreas, destaque para Educação, Saúde, Assistência Social, Segurança Alimentar, Segurança Pública, Cultura, Esporte e Lazer, Inclusão Digital, Políticas para Mulheres, Igualdade Racial, Políticas LGBTT e Juventude.
 
O quarto eixo, Gestão Ética, Democrática e Eficiente, trata do modelo de gestão, a valorização e profissionalização dos servidores, os sistemas de informação e comunicação e a qualificação dos serviços públicos.
 
Desenvolvimento Urbano e Rural e Direito à Cidade é o quinto ponto estratégico de Gomide, em que ele pretende dialogar com as áreas Reforma Urbana, Políticas Agrárias e Agrícolas, Política Habitacional, Saneamento e Transporte e Mobilidade.
 
Como exímio gestor, Gomide sabe que é preciso investir no Planejamento Estratégico de Governo, definindo prioridades e resultados a serem alcançados na gestão. Seu Planejamento visa garantir melhores condições de execução do Programa de Governo e gerenciamento e monitoramento dos resultados, possibilitando também o alinhamento do governo e o foco nas prioridades.
 
Com informações da Equipe Antônio Gomide 
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

 

Rubens Otoni visita Luziânia

Na manhã desta quarta-feira, 27, Rubens Otoni cumpriu agenda no Entorno do Distrito Federal, dessa vez em Luziânia, a 212 quilômetros de Goiânia. Na caminhada pela cidade, ele teve a companhia do Vice-Prefeito do município, Didi Viana (PT), e da candidata à Deputada Estadual Cassiana Tormin 13333. 
 
Articulado com Didi Viana, Otoni conseguiu importantes recursos para Luziânia, principalmente nas áreas da Educação e Saúde. Entre as conquistas, destaque para o campus do Instituto Federal de Goiás, as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). 
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

“Caiado não conquistou anistia para os pequenos produtores”, diz Felisberto Jácomo

Entrevista de Felisberto Jácomo divulgada em Últimas Notícias, Jornal Opção – 26/08/2014.