Notícias

Investimento em Educação muda perfil do trabalhador brasileiro

A Educação é uma das pontes para a criação de um mercado de trabalho mais produtivo e sustentável. Os 600 mil novos empregos formais criados em 2013 são reflexo desse investimento e mostram que o Brasil está mudando a qualificação do trabalhador.
 
Dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2013, estudo com dados de empregos formais nos setores público e privado do País, mostram que foram criados 1,49 milhão de vagas. Dessas, quase 600 mil foram preenchidas por empregados com nível superior completo.
 
Diversos programas do Governo Federal têm contribuído para melhorar a formação educacional dos brasileiros. Hoje, o País tem 63 universidades federais e 292 campi. Em 2013, aproximadamente 106 mil estudantes concluíram o Ensino Superior, aumento de quase 8 mil novos formandos em relação ao ano de 2012. As matrículas também aumentaram: atualmente há cerca de 7,2 milhões de universitários. 
 
Por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Governo Federal financiou mais de 3 mil estudantes de Ensino Superior em 2013. Outro destaque na política educacional é o espaço para alunos da educação pública nas universidades particulares. Atualmente, 34% dos estudantes de universidades são beneficiados por políticas públicas, como cotas, Prouni e Enem.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619