Notícias

Ato contra a redução da maioridade invande as redes e ruas

Motivado pela aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 171/93, na semana passada, na Câmara dos Deputados, que diz respeito a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, o movimento “Amanhecer contra a Redução”, organizado pelas redes sociais, decorou dezenas de praças em 23 estados brasileiros na madrugada desta quarta-feira (29).
 
Praças de 73 cidades brasileiras amanheceram coloridas contra a redução da maioridade penal. O Rio de Janeiro foi o estado com maior participação popular, na maioria jovens, até agora. Decoradas de laranja e roxo e cartazes afirmando que “a redução não é a solução”, os manifestantes pediam mais educação e menos cadeia.
 
No evento criado no Facebook, com mais de 20 mil participantes, imagens das praças começaram a aparecer no início da manhã. Rondônia (RO), Natal (RN), Ouro Preto e Belo Horizonte (MG), Brasília e Taguatinga (DF), Guarulhos, Franco da Rocha, Limeira (SP), Curitiba (SC), Recife (PE), Tocantins (MS) e Madureira, Niterói, Caxias, Copacabana, Vila Isabel, Grajaú, Ilha do Governador, Botafogo, Volta Redonda, Taquara e Lapa, no Rio de Janeiro.
 
Muitas histórias estão sendo contadas no grupo criado na rede social. Na praça Xavier de Brito, no Rio de Janeiro, o usuário Victor Belart postou a imagem de Thiago, aproximadamente 12 anos, que trabalha na praça conduzindo cavalos para que famílias da classe média possam passear. Curioso, o menino se aproximou e, segundo Belart, ajudou a colorir a praça contra a redução da maioridade penal.
 
Também no Rio de Janeiro, estudantes do Colégio Pedro Segundo, no Centro da cidade, ajudaram a decorar a praça que fica entre a Marechal Floriano com Avenida Passos. No Recife, 1.200 passarinhos foram distribuídos na cidade em alusão à tag #voajunvetude, usada pelo movimento. Os organizadores da mobilização também convocaram um twittaço para as 14h desta quarta-feira (29). A tag a ser utilizada é #reduçãonãoéasolução.
 
Da Redação da Agência PT de Notícias