Notícias

ProUni tem mais de 1,5 milhão de inscritos em 2016

O Programa Universidade para Todos (ProUni) teve um aumento de 28% na procura em relação à edição do ano passado, com 3.108.422 inscrições para bolsas parciais e integrais em universidades particulares em todo o País. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pelo MEC, em entrevista coletiva. Desde sua criação em 2005, o Ministério da Educação (MEC) ofereceu 1,74 milhão de bolsas.

Neste ano, os 1.599.808 inscritos puderam escolher  duas opções entre mais de 30 mil cursos e disputar as 203.602 bolsas de estudos ofertadas. Cerca de 65% dos inscritos tem até 22 anos e 59,5% são mulheres.

O curso mais procurado entre os inscritos foram as engenharias. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou que o aumento pelo interessa na área de engenharia coloca o Brasil no mesmo junto de países desenvolvidos. “Outros países tem o mesmo perfil de interesse no ensino superior na área de engenharia. O nosso desafio agora é estimular a procura pelas carreiras em químia e física”, comentou.

Mercadante chamou atenção para o cronograma de atividades ainda para o ProUni. Até o dia 1º de fevereiro, os alunos selecionados para as vagas devem comprovar informações através do site do ProUni (http://prounialuno.mec.gov.br/). Ainda há uma segunda chamada, que será divulgada no dia 12 de fevereiro, e outro período para comprovar informações. Quem ainda tiver interesse, pode se manifestar intenção de participar da lista de espera dos dias 26 a 29 também de fevereiro.

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni