Destaques

Onde só os Correios chegam: extremo oeste do Acre

Rio Branco (AC) – Presentes em todos os 5.570 municípios do Brasil, os Correios são os únicos representantes da União em 60% deles. A missão da empresa não é só entregar correspondências e encomendas, mas integrar esses lugares ao resto do país. Também é garantir que todos os brasileiros, independentemente da localização, tenham cidadania e acesso a serviços públicos.

Por suas peculiaridades geográficas, as regiões Norte e Nordeste fogem do padrão logístico que praticamos nas demais regiões do país. Para acessar o ecossistema amazônico é necessário quase uma operação de guerra.

Localizado no extremo oeste do Brasil, o estado do Acre tem a terceira menor população do país. Dos 22 municípios, quatro deles só têm acesso por via fluvial, durante o período de cheia dos rios, ou aérea – através do fretamento de aviões de pequeno porte. Além do serviço postal, os Correios também são o único instrumento público que leva serviços bancários à região.

Nesse universo amazônico, o município de Marechal Thaumaturgo exige uma logística singular dos Correios. Os objetos só chegam por avião de pequeno porte e depois seguem de barco até o outro lado do rio Amônia, onde fica a agência da empresa. São 2h de voo da capaital Rio Branco até o município e mais 1h30 de travessia pelo rio.

As imagens abaixo ilustram a trajetória que uma encomenda vinda de São Paulo percorre até chegar a Marechal Thaumaturgo:

 

“Não quero nem imaginar o que aconteceria se os Correios saíssem do nosso município”
Atilon Pinheiro, funcionário público

O funcionário público, Atilon Pinheiro de Azevedo, reconhece que se não fosse pelos Correios a população de Marechal Thaumaturgo estaria totalmente desassistida. “Temos aqui aposentados que recebem seus benefícios pelo Banco Postal e muita gente utiliza o serviço para o pagamento contas e boletos. Não quero nem imaginar o que aconteceria se os Correios saíssem do nosso município”, preocupa-se.

Rosildo Cassiano Correia, vereador de Porto Walter, município vizinho de Marechal Thaumaturgo, ressalta a qualidade do trabalho da estatal na região. “Você compra um produto em São Paulo numa segunda-feira e na quinta-feira da mesma semana já recebe em casa. É maravilhoso o serviço desempenhado pelos Correios”, elogia.

Prefeito da segunda maior cidade do Acre, Vagner José Sales, lembra que há 50 anos os Correios já atuava na região de Marechal Thaumaturgo. “Os barcos subiam e o meu pai ficava aguardando uma cartinha que vinha pelos Correios de barco”, rememora.

O trabalho da estatal também faz diferença nas atividades da administração pública do município. “Como funcionário, vejo a facilidade que a prefeitura tem em receber e enviar documentos através dos Correios. Assim, podemos cumprir nossas demandas em tempo hábil, mesmo com nossos problemas de acessibilidade”, destaca João Paulo Santos da Cunha.

Fonte: Blog dos Correios