Notícias

FARRA DO VENENO

Já são 290 agrotóxicos liberados pelo governo Bolsonaro em 205 dias. Nesta segunda-feira (22), o Ministério da Agricultura aprovou a comercialização de mais 51 marcas, envolvendo sete novas substâncias e outras já existentes em produtos do mercado.

Nunca houve um ritmo tão frenético de aprovação de agrotóxicos como agora. Para se ter uma ideia, o que foi aprovado neste ano é mais do que foi aprovado em toda União Europeia em oito anos.

A velocidade na liberação faz parte da estratégia de mercado do agronegócio de viabilizar uma oferta grande de venenos e com isso fazer baixar o preço deles, independente se isso vá resultar em uma maior contaminação do meio ambiente ou do alimento.

Substâncias proibidas na Europa

Segundo documento elaborado pelo Greenpeace, dos 51 itens autorizados, 18 são extremamente ou altamente tóxicos.

Levando em consideração os 290 produtos liberados em 2019:

41% (118) são considerados extremamente ou altamente tóxicos.

32% são proibidos na União Europeia