Notícias

Rubens Otoni caminha em Padre Bernardo e Dois Irmãos nesse domingo

Rubens Otoni visitou o município de Padre Bernardo e o distrito Dois Irmãos, de Vila Propício, neste domingo, 17. Primeiro, às 10 horas, Otoni acompanhou o candidato a Governador Antônio Gomide 13 em caminhada pela avenida principal de Padre Bernardo, a 224 quilômetros de Goiânia.
 
Juntos de Enilson Kuru 13555, que concorre a uma vaga na Assemblei Legislativa, e de Kedma Karen (PT), Vereadora de Cidade Ocidental, Otoni e Gomide percorreram o comércio e visitaram a feira local. Depois, ainda em Padre Bernardo, Rubens Otoni se reuniu com apoiadores na residência do Sr. Joaquim Goiano.
 
A agenda deste domingo terminou com caminhada em Dois Irmãos, distante 195 quilômetros da capital goiana. Otoni encontrou eleitores, prestou contas do seu mandato e reforçou seu compromisso social para com a população. 
 
Veja a galeria de fotos
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Otoni e Gomide dedicam sábado a visitas em Valparaíso e Novo Gama

Neste sábado, 16, Rubens Otoni visitou as cidades de Valparaíso e Novo Gama, distantes 190 e 182 quilômetros de Goiânia, respectivamente. A agenda nas cidades do Entorno do Distrito Federal foi cumprida em parceria com o candidato a Governador, Antônio Gomide 13.

A caminhada em Valparaíso, pela manhã, começou no posto BR, localizado às margens da BR-040, na entrada do bairro São Bernardo. Otoni, apoiadores e aliados percorreram o comércio da Rua 1, nos bairros Morada Nova e Jardim Oriente.

Os candidatos a Deputado Estadual, Cassiana Tormin 13333, Hugo Bites 13013, José Aparecido 13777 e Professor Silvano 13613, participaram da atividade. Também marcaram presença o suplente da candidata ao Senado Marina Sant’Anna, Antônio Bites; a Prefeita de Valparaíso, Lucimar Nascimento; o Vice-Prefeito de Luziânia, Didi Viana; e o Presidente do PT municipal, Lizanildo Rodrigues.

À tarde, Rubens Otoni acompanhou Gomide na Carreata com Parada 13 pela cidade de Novo Gama. Didi Viana e o secretário municipal de Educação, Alberto Arapiraca, também participaram.

Veja as fotos de Valparaíso e Novo Gama.

Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Prazo para eleitor solicitar voto em trânsito termina no dia 21/8

Termina na próxima quinta-feira, 21, o prazo para o eleitor solicitar voto em trânsito à Justiça Eleitoral. A modalidade permite ir às urnas fora da cidade eleitoral, entretanto, só vale para eleger Presidente da República. 
 
Para estar apto a votar em outra cidade, que precisa ter mais de 200 mil eleitores, o cidadão deve procurar um cartório eleitoral e indicar onde estará no dia da votação. É preciso levar um documento oficial com foto. Após o cadastramento, o eleitor fica impedido de votar na seção de origem, mas pode pedir o cancelamento do voto em trânsito até o fim do prazo.
 
De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 85 cidades terão voto em trânsito nestas eleições. Em Goiás os municípios são: Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis. A disposição das urnas especiais dependerá da quantidade de eleitores, e a seção destinada a este tipo de voto deverá conter, no mínimo, 50 e, no máximo, 600 eleitores.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

 

Parceria com Entorno do DF resulta em benefícios para a comunidade

Sempre atento às necessidades dos municípios localizados no Entorno do Distrito Federal, Rubens Otoni contribui bastante para o desenvolvimento da região. É trabalho que o povo goiano reconhece. 
 
Articulado com o Vice-prefeito Didi Viana (PT), Otoni conseguiu importantes recursos para o município de Luziânia, a 212 quilômetros de Goiânia. Entre as conquistas, destaque para o campus do Instituto Federal de Goiás, as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). 
 
Em Valparaíso, a 190 quilômetros da capital goiana, a parceria com a Prefeita Lucimar Nascimento (PT) tem viabilizado obras, ações e programas do Governo Federal. A comunidade local já está sendo beneficiada, por exemplo, com a geração de emprego e renda na Estação de Metarreciclagem, que incentiva práticas ecológicas e promove a cultura digital entre os jovens. 
 
Distante 281 quilômetros de Goiânia, Formosa recebeu recursos para a urbanização de assentamentos precários. O conjunto de maquinário agrícola composto por motoniveladora, retroescavadeira e caminhão basculante também já chegou ao município.
 
Santo Antônio do Descoberto, a 175 quilômetros da capital, ganhou o apoio de Rubens Otoni na construção da agência de Previdência Social da cidade e de moradias populares.  
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Multa para quem mantiver trabalho doméstico informal já está valendo

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) começou a fiscalizar o registro de trabalhadores domésticos em carteira de trabalho. Caso o MTE receba denúncias (nas quais a identidade do denunciante será mantida em sigilo) de empregadores em situação irregular, o órgão poderá solicitar o envio da documentação à Superintendência Regional do Trabalho. Em alguns casos, a informalidade do trabalhador doméstico pode resultar em multa de até R$ 805,06 para o patrão.
 
O registro em carteira de trabalho de todo empregado doméstico é uma obrigação prevista na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A punição para o empregador que não cumpre essa medida está regulamentada na Lei 12.964, de 2014, e na PEC das Domésticas, emenda constitucional aprovada em abril do ano passado.
 
O País passa a incluir um contingente de cerca de 6,6 milhões de pessoas nas garantias legais que preveem o estabelecimento de uma jornada de trabalho, o pagamento de horas extras e o recolhimento do FGTS pelo patrão.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

 
 

Nota oficial do PT sobre a morte de Eduardo Campos

“O Partido dos Trabalhadores está de luto. Lamentamos profundamente a trágica morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, e dos outros ocupantes do avião que se acidentou, no dia 13 de agosto, em Santos.
 
Campos, presidente do Partido Socialista Brasileiro, dedicou sua vida à política e à luta pelos menos favorecidos, em particular, pela população carente do Nordeste.
 
Campos deixa um grande vazio na política brasileira. Seu partido, o PSB, sempre foi um aliado do PT e, juntos, construímos um país melhor e socialmente mais justo. Eduardo Campos teve papel importantíssimo nas gestões do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tendo sido ministro da Ciência e Tecnologia. Mesmo quando decidiu seguir um caminho diferente ao do PT, mantivemos com Eduardo Campos uma relação de profundo respeito e admiração.
 
A trágica morte de Eduardo Campos deixa o Brasil triste. Nesse momento de profunda dor, estendemos nossas condolências à família desse grande brasileiro, seus amigos e seus correligionários.
 
Rui Falcão, presidente Nacional do Partido dos Trabalhadores.”
 
 

Rubens Otoni defende Reforma Política proposta por Dilma

O Brasil precisa de uma ampla e profunda reforma política para resolver as distorções do seu sistema representativo e melhorar a governabilidade do País, defende Rubens Otoni. Para ele, a reforma política consolida a democracia ao promover a maior participação popular.  
 
O programa de governo para o segundo mandato de Dilma Rousseff propõe melhorar a representatividade política, aprimorar e oxigenar o sistema eleitoral e tornar a política mais transparente, definindo regras claras de financiamento.
 
Dessa forma os cidadãos se tornam fiscais e propositores do Poder Público e o Estado é obrigado a tratar os problemas com mais agilidade e em sintonia com os interesses populares. Rubens considera que essa aproximação entre cidadão e Estado diminui a descrença na política e fortalece a democracia representativa.
 
Rubens Otoni defende a reforma desde 2003, quando assumiu uma cadeira no Congresso Nacional. Durante seu mandato de Deputado Federal, ele foi correlator do tema na Comissão Especial da Câmara dos Deputados e participou de debates e reuniões sobre o tema. “O cidadão deve ter mecanismos de controle mais abrangentes sobre os seus representantes, bem como mais espaços para participar das decisões do governo em todos os níveis”, afirma.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

Investimentos do Governo Federal em Goiás somam R$ 87 bilhões

Os recursos repassados pelo Governo Federal fizeram com que áreas estratégicas como Saúde, Educação e Moradia fossem impulsionadas ao crescimento. Os investimentos feitos por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) permitiram uma série de avanços no Estado que totalizaram cerca de R$ 87 bilhões, desde a criação do Programa em 2007.
 
Esse valor foi aplicado, por exemplo, na ampliação do programa Luz para Todos. Desde 2011, 7.268 ligações de energia elétrica foram realizadas, com investimentos federais de R$ 693.950. Dessas ligações, 974 foram para famílias extremamente pobres.
 
Na área da Saúde, Goiás recebeu 455 profissionais do programa Mais Médicos. Distribuídos em 134 municípios, eles beneficiam 1,6 milhão de pessoas. Além disso, há 1.248 postos de saúde em funcionamento e mais 462 em construção. O Estado também possui oito Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em funcionamento. Outras 38 estão sendo construídas.
 
Já o programa Saúde Não Tem Preço beneficia 798.248 pessoas com a entrega de medicamentos gratuitos para 532.842 hipertensos, 72.474 diabéticos e 192.932 hipertensos e diabéticos. Outros 87.430 pacientes são atendidos com medicamentos gratuitos para asma. Goiás ainda conta com 1.784 farmácias populares, sendo 17 próprias e 1.767 conveniadas.
 
Educação
 
No âmbito da Educação, os investimentos federais são expressivos. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) efetuou 282,1 mil matrículas, atendendo 238 municípios. Já o Programa Universidade para Todos (Prouni) concedeu 43,6 mil bolsas desde a sua criação. Os estudantes goianos também receberam apoio por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que firmou 39,7 mil contratos desde 2011. Os principais goianos beneficiados com os investimentos em Educação foram os jovens, as mulheres e os negros.
 
O programa Ciência Sem Fronteiras, que concede apoio para estudos no exterior, concedeu bolsas a 1,3 mil estudantes. A população de Goiás também será beneficiada com a implantação de um novo campus da Universidade Federal de Goiás (UFG), em Aparecida de Goiânia. E já conta com 11 novos Institutos Federais de Educação Profissionalizante Técnica, sendo nove em funcionamento.
 
Habitação
 
Goiás foi fortemente beneficiado também pelo programa Minha Casa, Minha Vida. No total, 128.864 moradias já foram entregues no Estado e outras 65.523 contratadas, totalizando 194.387 unidades. O valor investido pelo Governo Federal supera R$ 4 bilhões e R$ 9 bilhões em financiamentos.
 
Desde 2011, 145.502 unidades foram contratadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida II. Dessas, 104.195 estão concluídas, sendo 85.412 já entregues; e 22.475 em obras. Do total, 143.015 estão localizadas na área urbana e 2.487 na zona rural.
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

 

Otoni visita Pirenópolis, Corumbá e Abadiânia nesta quarta-feira

A agenda de caminhadas de Rubens Otoni desta quarta-feira, 13, está concentrada em três municípios da região do Entorno do Distrito Federal. Pela manhã, ele visita Pirenópolis às 9h. À tarde, segue para Corumbá de Goiás, onde tem encontro marcado com a comunidade às 13h. Em Abadiânia, a caminhada começa às 15h. 
 
Graças à parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura de Pirenópolis, a cidade, localizada a 123 quilômetros de Goiânia, vai ganhar um Centro de Convenções, cujas obras estão em andamento, e a revitalização da orla do Rio das Almas. 
 
Em Corumbá de Goiás, distante 114 quilômetros da capital, uma retroescavadeira e uma motoniveladora já recuperam as condições das estradas vicinais, facilitando o escoamento de produtos agrícolas. O maquinário, doado pelo Governo Federal por meio da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), “é importante para a melhoria da vida do homem do campo”, ressalta Rubens Otoni. 
 
A 90 quilômetros de Goiânia, o município de Abadiânia também recebeu retroescavadeira, motoniveladora e caminhão-caçamba. “Rubens Otoni é responsável pelo benefício”, declarou o Prefeito Wilmar Arantes (PR), na solenidade de entrega do maquinário. “Ele sempre está disposto a nos ajudar.”
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619

 

Candidato mais votado nem sempre é eleito deputado

Muitas vezes o eleitor não entende por que um candidato bem votado não consegue vaga no Poder Legislativo, enquanto outro com menos votos se elege. Isso ocorre porque, nos cargos de Deputado Federal e Estadual, as vagas são distribuídas conforme a votação recebida por cada partido ou coligação. Ou seja, além de obter votos para si, o candidato depende dos votos computados por seu partido ou coligação.
 
Ao contrário dos cargos majoritários (Governador, Senador e Presidente), em que se elege o mais votado, no caso dos deputados a vitória depende do cálculo dos quocientes eleitoral e partidário. O quociente eleitoral é o resultado da divisão do número de votos válidos (desconsiderados os nulos e brancos) pelo total de vagas disponíveis. Para calcular o quociente partidário, divide-se pelo quociente eleitoral o número de votos obtidos pelo partido ou coligação. O resultado representa o número de vagas a que cada um tem direito.
 
Assim, se a quantidade de votos válidos de uma eleição para Deputado Federal em um Estado for igual a um milhão, e o número de cadeiras for 10, o quociente eleitoral será 100 mil. Ou seja, a cada 100 mil votos recebidos, o partido ou coligação garante uma cadeira na Câmara.
 
Se um candidato recebe 90 mil votos, e seu partido, no total, não obteve o mínimo de 100 mil votos, ele não será eleito. Um partido que recebe 400 mil votos terá direito a quatro vagas, que serão preenchidas pelos quatro candidatos mais votados da legenda, na ordem de votação. Mesmo que o quarto colocado desse partido tenha recebido apenas um voto, ele será eleito.
 
Com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
 
Assessoria de Comunicação
assessoria.imprensa@rubensotoni.com
(62) 3092-1013 / 3701-0619