Notícias

Câmara rejeita liberação de cobrança em cursos de pós-graduação

Em votação inesperada, a Câmara dos Deputados rejeitou, nesta quarta-feira, 29 de março, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 395/14, do deputado Alex Canziani (PTB-PR), que propunha a liberação da cobrança por cursos de extensão e pós-graduação latu sensu (especializações) em universidades públicas. Foram 304 votos favoráveis e 139 contrários, mas eram necessários 308 votos "sim" para aprovar a proposta.

O Deputado Federal Rubens Otoni votou contra o projeto. Segundo ele, a PEC era a porta de entrada para outras cobranças, como dos cursos de graduação, e a senha para acabar de vez com o ensino superior gratuito. “As ruas e a vontade da população impuseram mais uma derrota ao governo golpista, que tentava aprovar uma proposta que propunha a liberação da cobrança por cursos em universidades públicas”, afirmou.

Com isso, a proposta só pode ser inserida novamente na próxima legislatura – ou seja, apenas a partir de 2019. A medida era apoiada pelo governo de Michel Temer.

Para Rubens Otoni a derrota do projeto do governo Temer é a demonstração que a luta está no caminho certo, e agora, mais do que nunca, é preciso reforçar os movimentos do dia 31 de março para dizer não também às Reformas da Previdência e Trabalhista.

Veja aqui como votou cada deputado.