Arquivo mensal fevereiro 2020

Pacote de maldades completo: após manobras, deputados aprovam a PEC da Previdência

Foi aprovada nesta sexta-feira (20), em primeira votação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), a PEC da Reforma da Previdência. A matéria teve 26 votos favoráveis e 14 contra, após várias manobras dos parlamentares da base governista.

Tal aprovação consolida o pacote de maldades proposto pelo Governo Caiado, que retira dos/as servidores/as públicos/as, em especial da Educação, a possibilidade de uma aposentadoria digna, o direito adquirido do quinquênio e da licença-prêmio.

O deputado Cláudio Meirelles (PTC) afirmou que já entrou novamente na Justiça, para que seja concedida uma nova liminar impedindo a tramitação do projeto, que tem vícios e irregularidades suficientes para ser anulado.

Uma nova sessão extraordinária foi convocada para amanhã, sábado (21), às 9h, para a segunda votação dos Estatutos do Magistério e do Servidor, além da PEC da Previdência que será votada às 13h.

“Tendo em vista, que fizemos o possível na luta e organização nesta semana de acampamento, não conseguimos reverter a catástrofe imposta pelo Governo Caiado e por seus deputados aliados, não será em segunda votação, que conseguiremos. Assim sendo, o SINTEGO não convocará a direção e a categoria para se fazer presente na segunda votação, pois não alterará o resultado diante dos fatos até aqui apresentados”, afirmou a presidente do SINTEGO, Bia de Lima.

“Juntamente com outros sindicatos das categorias prejudicadas, o SINTEGO já prepara a mobilização e organização para o ano que vem, para enfrentar estas e outras possíveis políticas nefastas deste governo cruel e rancoroso”, completou Bia.

O SINTEGO não desistirá da luta e seguirá lutando bravamente pelos/as trabalhadores/as da categoria.

Em breve, mais informações