Arquivo mensal setembro 2017

Situação na Câmara divide goianos da CCJ

Matéria publicada em Política, no jornal O Popular impresso e online – 14/09/2017

Parlamentares se unem contra a privatização da Eletrobras

Parlamentares de vários partidos se uniram, nesta terça-feira (12), para lançar a Rede Parlamentar em Defesa da Soberania Energética e Nacional, em contraposição ao anúncio do governo federal de privatizar a Eletrobras. O deputado federal Rubens Otoni é membro da Rede.

O objetivo é provocar coesão entre os setores da sociedade envolvidos com a defesa da soberania energética do país e potencializar, no Congresso e nos legislativos estaduais e municipais, a campanha ‘ Energia Não é Mercadoria’, iniciativa dos movimentos sociais e sindicais.

Com distribuição de energia em seis estados do norte e nordeste do Brasil, a Eletrobras participa e gerencia programas com foco em eficiência energética e incentivo a fontes alternativas de energia. Dentre os motivos alegados pelo governo federal para a privatização do setor é de que a empresa é inviável e ineficaz.

No entanto, todos os parlamentares presentes refutaram esse argumento já que, em 2016, a estatal foi premiada como empresa de sucesso. Como exemplo, a Eletrobras foi considerada a maior empresa do setor elétrico brasileiro e quinta maior empresa do país em patrimônio líquido, pelo Jornal Valor Econômico e Fundação Getúlio Vargas.

Outro ponto destacado pelos parlamentares é que a privatização da energia vai abrir caminho para a privatização da água. Para eles quem vai pagar a conta é a população, que terá água e luz gerenciados pelo capital privado estrangeiro, sem nenhum compromisso com o povo brasileiro.

O Luz Para Todos foi considerado pela ONU (Organização das Nações Unidas) como um dos maiores programas sociais do mundo, promovendo o acesso universal à energia elétrica e já atendeu a mais de 15 milhões de pessoas em áreas rurais de todo o país.

A Rede é uma fusão da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Elétrico Nacional, e da Frente Parlamentar Mista de Defesa da Soberania Nacional e o Coletivo Nacional dos Eletricitários e tem agenda para realizar audiências em vários estados brasileiros, como forma de convocar a população a participar do combate às privatizações no país.

 

Reforma Política: Bancada goiana crê em aprovação de barreira

Matéria publicada em Política, no jornal O Popular impresso e online – 11/09/2017

O deputado federal Rubens Otoni defende fim das coligações proporcionais e diz que Lula será candidato em 2018

Matéria publicada em Entrevista, no Ceilândia em Alerta, http://www.ceilandiaemalerta.com.br/2017/09/05/o-deputado-federal-rubens-otoni-defende-fim-das-coligacoes-proporcionais-e-diz-que-lula-sera-candidato-em-2018/ – 05/09/2017

“O PT continua sendo o partido que tem mais credibilidade no Brasil”

O deputado federal Rubens Otoni concedeu nesta segunda-feira, 04 de setembro, uma entrevista exclusiva à Rádio 730 AM, de Goiânia. Na ocasião, Otoni avaliou a possibilidade de aprovação da reforma política e opinou sobre as articulações que têm sido formadas nos âmbitos regional e nacional para as eleições de 2018. 

O deputado também fez uma análise de conjuntura sobre o primeiro ano do governo de Michel Temer (PDMB), lembrando que o mesmo Congresso que condenou Dilma, ao invés de combater a corrupção, tem sido tolerante com a prática desse tipo de crime. “A corrupção do governo Temer tem fortalecido o PT. No desastre que está a política nacional, o PT continua sendo o partido que tem mais credibilidade no Brasil", afirmou Otoni. Na última pesquisa do Datafolha o Partido dos Trabalhadores é a legenda de preferência de 15% dos brasileiros.

Ainda segundo o deputado, Michel Temer perdeu força política depois que as delações dos executivos Wesley e Joesley Batista, donos do frigorífico JBS, vieram à tona. “Na votação do impeachment a oposição ao governo petista teve 365 votos na Câmara. Já naquela votação em que a Câmara arquivou a denúncia contra o Temer, eles tiveram 263 votos, 100 votos a menos do que eles tiveram no ano passado. Matérias como reforma política demandam mais de 300 votos. O governo não tem votos suficientes para aprovar essas matérias”, destacou.

Rubens Otoni reforçou ainda que o candidato do PT para presidência no ano que vem é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ele, Lula será o candidato do PT e não existe plano B. “Nós já temos o nosso pré-candidato, que é o Lula. Ele será candidato, até porque, as tentativas de inviabilizar a candidatura dele estão dentro do campo jurídico. E na justiça existem os recursos que precisam ser julgados. Não há tempo hábil para julgar esses recursos”, enfatizou. 

Ouça a entrevista completa aqui.

Programa Rubens Otoni – “1000 Jovens para transformar a política de Goiás e do Brasil

Matéria publicada em Política, no Ceilândia em Alerta, http://www.ceilandiaemalerta.com.br/2017/09/04/programa-rubens-otoni-1000-jovens-para-transformar-a-politica-de-goias-e-do-brasil/ – 03/09/2017

Indicativo de “luz no fim do túnel” segura Temer

Matéria publicada em Política, no jornal O Popular online – 02/09/2017

Rubens Otoni cumpre agenda ao lado de grandes companheiros

Matéria publicada em Política, no Ceilândia em Alerta, http://www.ceilandiaemalerta.com.br/2017/09/02/rubens-otoni-cumpre-agenda-positiva-ao-lado-de-grandes-companheiros/ – 02/09/2017

RUBENS OTONI E SUA AGENDA INTERMINÁVEL PELO ESTADO DE GOIÁS E PELA DEMOCRACIA!

Matéria publicada em Política, no Ceilândia em Alerta, http://www.ceilandiaemalerta.com.br/2017/09/02/rubens-otoni-e-sua-agenda-interminavel-pelo-estado-de-goias-e-pela-democracia/ – 02/09/2017