Arquivo mensal agosto 2016

PT confirma Adriana Accorsi como candidata à Prefeitura de Goiânia

Matéria divulgada em Últimas Notícias, www.jornalopcao.com.br – 05/08/2016.

PMDB apoia reeleição de João Gomes e indica vice

Matéria publicada na Coluna Café da Manhã, Diário da Manhã – 03/08/2016.

Orientações e guias para o candidato ou filiado ao PT

Com o intuito de apoiar e dar suporte aos seus pré-candidatos, o PT reuniu diversos materiais de apoio ao período eleitoral. Abaixo, elencamos as principais iniciativas:

Banco de políticas públicas 

No portal da Escola Nacional de Formação do PT, está disponível o banco de políticas públicas.

São experiências desenvolvidas por prefeituras petistas em todo o país. O banco será permanentemente alimentado com informações recolhidas junto aos coordenadores dos projetos indicados pelas prefeitas e prefeitos, a partir das seguintes diretrizes:

Desenvolvimento Sustentável
Participação Cidadã e Controle Social
Políticas Sociais e de Realização de Direitos
Gestão Ética, Democrática e Eficiente
Gestão do Território

E contemplando os seguintes temas:

Assistência jurídica, Comunicação social, Criança e adolescente, Cultura, Desenvolvimento local, Educação, Esporte e lazer, GLBT – Gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais; Gênero, Geração de trabalho e renda, Gestão e planejamento, Habitação e urbanização de favelas, Inclusão digital, Indígenas, Jovens, Meio ambiente, Participação social, Política agrícola e agrária, Políticas compensatórias, Portadores de necessidades especiais, Promoção de igualdade racial, Recursos humanos, Requalificação profissional, Saneamento, Saúde, Segurança alimentar, Segurança pública, Terceira Idade, Transporte e trânsito, Turismo.

Manual jurídico e documentação necessária

O Diretório Nacional produziu um Manual de Orientações Jurídicas com as normas para essas eleições já considerando as mudanças na legislação eleitoral.

Na cartilha, o pré-candidato pode esclarecer dúvidas sobre as regras para a pré-campanha e campanha, o que é permitido durante a arrecadação e o que foi vetado, além das principais datas do calendário eleitoral. Já neste arquivo, estão listados todos os documentos necessários para a candidatura.

Curso de Formação das pré-candidaturas a Vereador e a Vereadora para as eleições de 2016

O PT, em parceria com a Fundação Perseu Abramo (FPA), organizou um curso para aqueles interessados em candidatar-se ao cargo de vereador e vereadora este ano. São sete aulas, com carga total de 35 horas. Cada aula inclui um vídeo de 15 minutos, a leitura de um texto de 8 a 10 páginas e a realização de uma atividade de fixação. Após o curso, a FPA emite um certificado.

O curso abordará temas como ética partidária para as eleições 2016, debate sobre a cidade, papel do candidato na organização da campanha e organização, com planejamento a agenda da campanha. Também serão explicadas as mudanças na legislação eleitoral e o papel da comunicação e das mídias sociais.

Ja a Escola Nacional de Formação do PT está oferecendo cursos presenciais em diversas capitais. Neste fim de semana, ocorrem os dois últimos encontros, em Aracaju (SE) e Recife (PE). As inscrições devem ser feitas nos Diretórios Estaduais de onde ocorrerão os cursos.

Dicas de campanhas criativas 

O GTE (Grupo de Trabalho Eleitoral) do Diretório Estadual do PT em São Paulo preparou uma série de dicas sobre como produzir materiais criativos. Na página, o pré-candidato poderá encontrar tutoriais sobre como fazer um vídeo com o celular, além de técnicas de edição e pós-produção dessas gravações. Também estão disponíveis dicas sobre o uso de redes sociais, produção de material para materiais de divulgação e desenho de sites. Aqui, também é possível baixar as logomarcas do PT e jingles.

Orientações sobre convenções

Neste documento, estão as orientações para as convenções, que devem acontecer até o dia 5 de agosto. Entre as recomendações estão: lavrar a ata das convenções e a lista de presença assinada pelos convencionais em livro aberto e rubricado pela Justiça Eleitoral; e digitalizar, imprimir e assinar a ata em duas vias para apresentação ao Juízo Eleitoral competente no prazo de 24 horas após a realização da convenção.

Para facilitar o procedimento, o diretório disponibilizou, também, um modelo de ata, que pode ser localizado no mesmo documento. As convenções poderão ser realizadas gratuitamente em prédios públicos. 

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni 

Goiânia: pré-candidata quer manter o legado do PT na cidade

Para a deputada estadual e pré-candidata à prefeitura de Goiânia (GO), Adriana Accorsi, o Partido dos Trabalhadores tem uma história de amor com a cidade. Tudo começou na gestão de seu pai, Darci Accorsi, primeiro prefeito do PT na capital de Goiás, por volta de 1993.

“São três administrações que deixaram marcas que são lembradas com muito carinho por toda a população”, afirma Adriana, fazendo referência às gestões de Pedro Wilson Guimarães (PT), em 2001, e do atual prefeito, Paulo Garcia (PT).

Foram nessas gestões que foi criado o Orçamento Participativo de Goiânia, que foi construído um dos maiores parques do Brasil, o Parque Macambira Anicuns, e que se está concretizando a maior obra de mobilidade de Goiânia desde a década de 80, o BRT Norte-Sul.

E é esse legado que Adriana Accorsi quer manter na cidade, sendo a primeira mulher prefeita de Goiânia.

“Por isso nós queremos continuar essa história entre Goiânia e o Partido dos Trabalhadores. E agora com outras demandas e novas necessidades da população”, destaca Adriana. Ela foi delegada de Proteção à Criança e ao Adolescente e a primeira mulher a ocupar o cargo de Delegada Geral da Polícia Civil de Goiás, em 2012.

Leia a entrevista completa que a pré-candidata do PT à prefeitura de Goiânia concedeu:

Qual a importância de Goiânia continuar tendo uma gestão petista?

O Partido dos Trabalhadores tem uma história de amor com a cidade de Goiânia. São três administrações que deixaram marcas que são lembradas com muito carinho por toda a população.

A primeira administração tem cerca de 20 anos e foi meu pai, Darci Accorsi, o primeiro prefeito do Partido dos Trabalhadores em Goiás, implantando o Orçamento Participativo, programas sociais voltados para a infância, para a adolescência, para as pessoas idosas, e muitas outras marcas que ficaram, como os parques, que são tão queridos na nossa cidade.

A administração do professor Pedro Wilson trouxe a educação infantil, que foi uma grande marca, e começou um dos maiores parques do Brasil, o Parque Macambira Anicuns, que o prefeito Paulo Garcia entrega agora para a população, assim como toda uma evolução do campo da mobilidade e da sustentabilidade.

E por isso nós queremos continuar essa história entre Goiânia e o Partido dos Trabalhadores. E agora com outras demandas e novas necessidades da população, como a questão de contribuir na segurança pública, principalmente através da prevenção, da inclusão de crianças e adolescentes, do esporte, da cultura, e também um grande esforço no sentido de melhorar o transporte público para a população, sobretudo para as pessoas mais humildes.

Quais as áreas que merecem mais atenção da gestão municipal?

Segundo a própria população que nós temos ouvido, porque estamos construindo um plano de governo participativo com a população em cada região da cidade, nós precisamos contribuir mais na questão da segurança pública, mesmo sendo competência do estado, pois em Goiânia se torna uma questão muito grave com o avanço do uso de entorpecentes ilícitos, em especial o crack, trazendo violência para as famílias.

O número de jovens assassinados nas periferias de Goiânia aumentou muito nos últimos anos. Nós temos que ter políticas de inclusão da juventude, de combate a esse extermínio da juventude humilde, negra, com programas de envolvimento com o esporte e também com a cultura, mas também do primeiro emprego, para trazer uma perspectiva de vida digna para a juventude.

Nós queremos também criar políticas relacionadas à questão da violência doméstica e também a violência contra mulheres e meninas, pois o estado de Goiás se tornou o 3º estado no Brasil em violência doméstica.

Mas também queremos ampliar a questão dos parques e a ocupação da população nesses parques e espaços públicos. Ampliar a participação da juventude na questão cultural da cidade e também a questão do transporte público e de formas de transporte alternativas, como as ciclovias e ciclorrotas, que começaram na administração Paulo Garcia e nós queremos continuar.

Esse ano a campanha eleitoral tem um tempo de campanha menor e sem financiamento empresarial. Como a senhora pensa em tocar sua campanha nesse cenário e qual o papel da militância petista na sua campanha?

Eu acredito que para o Partido dos Trabalhadores muda muito pouco. Nós sempre realizamos campanhas muito humildes, muito modestas, sempre com o trabalho da militância no dia a dia, levando os nossos projetos e conversando com a população.

Agora, mais do que nunca, nós queremos provar que é possível fazer política de forma honesta, que não é necessário o abuso do poder econômico e principalmente trazer a militância para participar desse processo que é tão importante não só para cada cidade, mas para todo o País.

Então a militância é fundamental nessa campanha?

Com certeza! E aqui em Goiânia a militância está muito animada, participando da construção do plano de governo, das mobilizações em toda a cidade e eu tenho certeza, nos levará à vitória.

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni 

PMDB de Anápolis fecha apoio à reeleição de João Gomes e vice será Eli Rosa

Matéria divulgada em Últimas Notícias, www.jornalopcao.com.br – 02/08/2016.

PMDB e PT juntos em Anápolis

Nota publicada na Coluna Goiás Online, Diário de Aparecida – 01/08/2016.