Arquivo mensal maio 2016

Governo Temer terá apoio suprapartidário em Goiás

Matéria publicada em Política, Diário da manhã – 03/05/2016.

Minha Casa Minha Vida beneficia 585 famílias em Itaberaí

Mais de 2.340 pessoas foram beneficiadas, na segunda-feira (2), em Itaberaí, pelo Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), com a entrega das 585 unidades do Residencial Recanto das Rosas. O Deputado Federal Rubens Otoni participou da solenidade, ao lado do superintendente regional da Caixa, Wilson Zarpelon, do ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho e demais autoridades locais

“Estou aqui para resgatar a história deste programa social e valorizar as ações da nossa presidenta Dilma. Isso é apenas um pouquinho do muito que o Governo Federal tem realizado no nosso Estado”, lembrou Otoni.

Localizado no bairro Recanto das Rosas, o empreendimento é composto por 585 casas, com área privativa de 42,86m², divididos em 2 quartos, circulação, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. As unidades estão avaliadas em R$ 56 mil.

Atendendo às exigências de qualidade do PMCMV, o residencial é equipado com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem, energia elétrica e disponibilidade de acesso ao transporte público.

Números do Minha Casa Minha Vida

O Programa já beneficiou mais de 10 milhões de pessoas, com a entrega de 2,6 milhões de moradias em todo o país. Já no estado de Goiás, foram entregues 184.023 unidades, beneficiando 736 mil pessoas. Em Itaberaí, o PMCMV beneficiou mais de 5 mil pessoas com a entrega de 1.423 unidades habitacionais.

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni 

Apresentações culturais marcam passagem da Tocha Olímpica por Goiânia

Como uma das cidades contempladas com a passagem da Tocha Olímpica, Goiânia prepara uma série de atividades culturais para marcar a presença do símbolo dos jogos. A festa está programada para quinta-feira (5).

A Tocha Olímpica percorrerá as principais avenidas de Goiânia. Nesse percurso, haverá apresentações diversas, promovidas pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult Goiânia). Estão previstas exibições de músicos de vários gêneros, grupos de percussão, quadrilhas juninas, fanfarra, catira, escolas de samba, teatro, dança contemporânea, entre outros. Parte dessa programação está reservada para o momento final da passagem, em cerimônia na Praça Cívica.

Na praça, onde a Tocha Olímpica ficará exposta, haverá apresentação de alunos da Rede Municipal de Educação, do cantor Thiago de Mello, do Projeto Super Nova, da cantora Georgia Brown, da Quasar Cia de Dança, do violeiro Marcus Biancardini, entre outros.

 

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni 

Anápolis recebe a Tocha Olímpica no dia 4 de maio

Anápolis vai ser sede na quarta-feira (4) de um momento histórico para o esporte da cidade. No final da tarde deste dia, vai chegar, pela Avenida Universitária, o maior símbolo das Olimpíadas, a Tocha Olímpica dos Jogos Rio 2016. A partir das 17 horas, 55 pessoas conduzirão o símbolo pelo município em um percurso de 11,4 quilômetros até o seu ponto final, o Parque Ambiental Ipiranga, ponto em que os anapolinos poderão participar do momento celebração da Tocha, também a partir das 17 horas. Depois de Brasília, Anápolis será a primeira cidade celebração da Tocha Olímpica, que vai passar por mais de 300 cidades até agosto.

O primeiro condutor receberá a Tocha Olímpica em frente ao Ginásio Poliesportivo da UniEvangélica, local de início do revezamento. Cada um dos 55 condutores caminhará com a tocha por uma distância de 200 metros, obedecendo o percurso definido pela organização do evento na cidade. No itinerário até o seu ponto final, haverá dois momentos de imagem em que a tocha ficará por um tempo determinado de 15 minutos para o registro de imagem e vídeo, primeiramente na Praça Bom Jesus e, em seguida, no Ginásio de Esportes Newton de Faria.

Depois destes dois momentos, o revezamento segue para o Parque Ambiental Ipiranga, local que já estará preparado para receber a Tocha Olímpica. Às 19h30, horário programado, haverá o protocolo de acendimento da pira olímpica que marca o momento celebração do símbolo com a fala de autoridades locais e de representantes do comitê organizador. Antes disso, até as 22 horas, haverá apresentações artísticas culturais.

Entre os condutores, quatro foram indicados pelo município: Paulo Brasil, Dirceu da Silva, Paulo da Silva (Paulo Choco) e Matheus de Souza. Os demais foram selecionados pelo comitê organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e pelos patrocinadores oficiais, Coca Cola, Bradesco e Nissan, que contemplaram, por meio de suas seleções, inclusive, outros anapolinos.

Momento de interação da comunidade

A população poderá interagir com a passagem  da Tocha Olímpica durante todo o percurso determinado. Todos que vierem para acompanhar o momento poderão ficar acomodados nos passeios das vias por onde passará o símbolo, que serão devidamente identificadas, mas, principalmente, nos pontos dos momentos de imagem, Praça Bom Jesus, Ginásio Internacional. e no Parque Ambiental Ipiranga, onde haverá a mobilização maior pela celebração da Tocha.

A expectativa é de que milhares de pessoas participem dos momentos. A Força Tarefa Revezamento Tocha Olímpica Anápolis também trabalhou, antecipadamente, com a mobilização por uma maior interação da comunidade visitando escolas públicas e particulares, universidades e outros movimentos. Diversas atividades foram realizadas nesses espaços.

Confira a programação completa do momento celebração – Parque Ambiental Ipiranga

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni 

Roteiro goiano do revezamento da Tocha Olímpica

Brasília recebe uma visitante ilustre nesta terça-feira (3). Vinda da Europa, após percorrer a Grécia e cidades da Suíça, a tocha olímpica desembarcou na capital federal.

O símbolo foi conduzido até o Palácio do Planalto, onde foi iniciado o revezamento. A chama desceu a rampa do palácio carregada pela primeira condutora, a bicampeã olímpica (Pequim 2008 e Londres 2012) e capitã da seleção brasileira de voleibol, Fabiana Claudino, após cerimônia com a presidenta Dilma Rousseff.

No total, a chama percorrerá 105 quilômetros de um percurso que passará por cinco regiões administrativas e mais de 15 pontos turísticos do Distrito Federal. No trajeto de 40 quilômetros, a tocha será carregada por 143 condutores.

Já na quarta-feira (4), ela segue viagem em solo goiano: Corumbá de Goiás, Pirenópolis e Anápolis. No dia 5, passa por Itaberaí, cidade de Goiás, Inhumas e Goiânia. Sexta-feira (6) é a vez de Trindade, Aparecida de Goiânia, Piracanjuba, Morrinhos e Caldas Novas. Antes de ir para Minas Gerais, o revezamento passa por Pires do Rio, Ipameri e Goiandira no dia 7.

Em Goiânia serão 97 condutores, trocados a cada 200 metros. Participam personalidades, alunos, atletas e civis sorteados em ações promocionais dos patrocinadores. O revezamento na capital goiana começa pela Praça do Trabalhador, em frente à Câmara Municipal. O percurso deve demorar cerca de três horas e visita tradicionais pontos, como os parques Mutirama, Vaca Brava e Areião.

Para o Deputado Federal Rubens Otoni que irá acompanhar a chama olímpica nos municípios em Goiás, essa é uma das oportunidades de difundir a importância da prática esportiva em todo o País. “Vamos aproveitar a passagem da tocha para fazer uma ampla divulgação e estimular a prática esportiva”, disse.

Durante a rota no Brasil, a tocha será carregada por cerca de 12 mil condutores, além de voar 10 mil milhas pelo país. O símbolo olímpico vai passar por 83 municípios escolhidos como "cidade celebração": em cada um desses locais, haverá um grande evento, que inclui show musical nacional e outras atrações. As 27 capitais estão incluídas.

A Tocha Olímpica viajará por cerca de 300 cidades brasileiras. O destino final é o Rio de Janeiro, no dia 5 de agosto, quando ocorre a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos 2016. Os jogos vão até o dia 21 de agosto. Já as Paralimpíadas serão de 7 a 18 de setembro.

A Tocha Olímpica é um importante símbolo na história dos Jogos. Representa a paz, a união e a amizade entre os povos, e sua condução tem por objetivo levar a mensagem olímpica, de promoção da paz em lugar de conflitos. Tradicionalmente, o nome da última pessoa a levar a tocha até a Pira Olímpica na cerimônia de abertura no Maracanã, no Rio de Janeiro, é mantido em segredo. Em geral, a pessoa escolhida é alguma celebridade esportiva do país anfitrião. O Fogo Olímpico queimará na pira até o encerramento dos Jogos Olímpicos, quando será então apagado.

Confira a lista completa das cidades goianas:
04/05/2016 – GO – Corumbá de Goiás, Pirenópolis, Anápolis
05/05/2016 – GO – Itaberaí, Cidade de Goiás, Inhumas, Goiânia
06/05/2016 – GO – Trindade, Aparecida de Goiânia, Piracanjuba, Morrinhos, Caldas Novas
07/05/2016 – GO – Pires do Rio, Ipameri, Goiandira

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni 

Sindicato dos Bancários de Brasília recebe Comitê da Democracia

Movimentos sociais, políticos, estudantes, e integrantes do Sindicato dos Bancários reuniram-se com o Deputado Federal Rubens Otoni, no domingo, 1° de maio, em Brasília, para a criação do Comitê em defesa da Democracia e Contra o Golpe.

A reunião que ocorreu na sede do Sindicato dos Bancários, contou ainda com representantes dos municípios de Cidade Ocidental, Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Planaltina e Santo Antônio do Descoberto.

O grupo tem como objetivo principal criar uma frente de luta para mostrar aos senadores e a sociedade que eles são contra ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Em Goiás, a meta do Mandato Popular do Deputado Federal Rubens Otoni é a criação de mil Comitês em 30 dias. Os Comitês, que estão abertos à adesão de todas as organizações que queiram se somar a essa luta, como escolas, igrejas, movimentos sociais e sindicatos, é também para reforçar as mobilizações que estão acontecendo nas ruas em defesa da Democracia.

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni 

Contra golpe e retrocesso, trabalhadores saem às ruas no país

Neste 1º de Maio, trabalhadores saíram às ruas em todos os estados em atos pelo Dia do Trabalhador, pela Democracia e contra o golpe em curso no Brasil.

Capitais como Goiânia (GO), São Paulo (SP), Brasília, Recife (PE), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Natal (RN), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Curitiba (PA) tiveram atos organizados por centrais sindicais como a CUT (Central Única dos Trabalhadores), CTB (Central de Trabalhadoras e Trabalhadores do Brasil), Intersindical e pela Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Em Goiânia a atividade foi liderada pela CUT-GO, com a participação da CTB, Frente Brasil Popular e a Associação dos Feirantes da Feira Hippie de Goiânia. A atividade que ocorreu na Praça do Trabalhador, na Capital, foi marcado pelas palavras de ordem a favor da Democracia e contra o golpe.  

“O que está sendo costurado pelos políticos mais corruptos desse País, capitaneados por Eduardo Cunha, é a redução de salários da classe trabalhadora, é retirar o acesso do negro à universidade, é vender as riquezas do País para as multinacionais. É obstruir o caminho que trilhamos até aqui, de reduzir as desigualdades. Esse é o golpe que querem aplicar no Brasil”, definiu o presidente da  CUT-GO, Mauro Rubem.

Presidente da CTB em Goiás, Ailma Oliveira destacou a importância da participação dos artistas da periferia de Goiânia no 1º de Maio. “Existe muita coisa boa acontecendo na nossa cidade, que precisa de espaço, precisa ser divulgada. Foi uma lição de qualidade e de solidariedade com o movimento sindical. Estamos juntos lutando por nosso País. Sabemos que o que está em jogo é o retrocesso em direitos nas mais diversas áreas”, salientou.

Pelo palco do 1º de Maio, em Goiânia, passaram artistas como Dj Fox & Movimento Flash Back, Dino Souza, ATropaH2, Dejotta, Renedy, Percussão da UFG, Flory Dance, MC Dvolt, Negra Jane, Heróis do Botequim, Boa Vibe, Kment, Maíra, Mangue Jam, Fred Noleto, Jorjão, Itamar Correia, Gustavo Ribeiro e outros, todos convidados pela professora Ana Lúcia da Silva, do Centro Cultural Eldorado dos Carajás.

No encerramento da comemoração teve o Festival de Cultura do Trabalhador e Trabalhadora LGBTT, quando foi realizado um ato político da população LGBTT contra o golpe e em defesa da liberdade de expressão, da diversidade, dos direitos e da democracia,

Monumento ao Trabalhador

Outro momento de destaque durante a comemoração do Dia do Trabalhador foi a exposição O Mais Terrível Crime contra a Arte e a Cultura em Goiânia, sobre o Monumento ao Trabalhador, alvo de um ataque do Comando de Caça aos Comunistas (CCC) durante a ditadura de militar de 1964 e depois, já no período democrático, vítima da omissão e do descaso das autoridades locais.

Numa madrugada de abril de 1969, o CCC derramou piche fervido nos dois painéis que definiam estética e simbolicamente o monumento: em mosaicos de pastilhas vitrificadas, eles formavam desenhos evocativos das “Lutas dos Trabalhadores” e do “Mundo do Trabalho”. O autor da obra, o artista plástico Clóvis Graciano, de renome internacional, era considerado entre seus pares o “modernista dos mosaicos”. Dividia atelier com ninguém menos que Cândido Portinari. 

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni 

 

Deputado lança ato de criação dos mil Comitês em defesa da Democracia

Foi lançado na quinta-feira (28/04), em Goiânia, o ato de criação dos Comitês em Defesa da Democracia e Contra o Golpe, uma iniciativa do Mandato Popular do Deputado Federal Rubens Otoni. A proposta é trabalhar para barrar o golpe e esclarecer a opinião pública sobre os riscos do processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. 

A meta estabelecida na atividade foi a criação de mil Comitês em 30 dias para o Estado de Goiás. No local, Rubens Otoni ainda fez uma analise da atual conjuntura política e propôs para que cada diretório municipal do Partido dos Trabalhadores transforma-se em um Comitê. Ele também estendeu o convite para os movimentos sociais, sindicatos, escolas, igrejas e a sociedade em geral que queira se somar a esta luta.

“Vamos transformar cada Diretório, cada Sindicato, cada Associação, o nosso local de trabalho, a nossa casa, em um Comitê. Onde duas ou três pessoas estiverem reunidas em defesa da nossa presidenta, aí existirá um Comitê e a chama da Democracia estará presente”, disse Otoni.

Para o deputado é visível que a população começou a perceber o que está por trás de toda a tentativa de afastamento da presidenta Dilma Rousseff. Por isso ele reforça que a hora de mobilização e resistência é agora. Sua orientação é que cada Comitê mobilize nas ruas e nas redes sociais palavras de ordem em defesa da Democracia.

Otoni também se colocou a disposição para visitar os Comitês e conversar com seus integrantes.

O lançamento da rede de criação dos Comitês foi prestigiado pela deputada estadual Adriana Accorsi, prefeitos e vereadores dos municípios goianos, além de militantes e representantes dos movimentos sociais. 

 

Comunicação Deputado Federal Rubens Otoni