Arquivo mensal maio 2015

Camaleões

Nota publicada na Coluna Resenha, Diário do Norte – 04 a 10/05/2015.

RUBENS OTONI DEFENDE MANUTENÇÃO DA ALIANÇA PT/PMDB PARA ELEIÇÕES DO ANO QUE VEM; OUÇA ENTREVISTA!

Matéria divulgada em Últimas Notícias, www.bandeirantes820.com.br – 04/05/2015.

CNBB critica projeto de redução da maioridade penal

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou no último sábado (24) nota sobre a conjuntura do país, com críticas ao projeto de lei que regulamenta a terceirização de mão de obra nas empresas e a proposta de redução da maioridade penal. A nota foi divulgada no encerramento da 53ª Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida (SP). Na reunião também ocorreu a cerimônia de posse de dom Sérgio da Rocha na presidência da CNBB.

A entidade avaliou "com apreensão" a realidade brasileira, "marcada pela profunda e prolongada crise que ameaça as conquistas, a partir da Constituição Cidadã de 1988, e coloca em risco a ordem democrática do país". A nota acrescenta que "a retomada de crescimento do país, uma das condições para vencer a crise, precisa ser feita sem trazer prejuízo à população, aos trabalhadores e, principalmente, aos mais pobres”.

Sobre o projeto que trata da terceirização, o texto expressa que ele não deve restringir direitos. “A lei que permite a terceirização do trabalho, em tramitação no Congresso Nacional, não pode, em hipótese alguma, restringir os direitos dos trabalhadores. É inadmissível que a preservação dos direitos sociais venha a ser sacrificada para justificar a superação da crise”, registra.

Na avaliação dos bispos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 171/1993), que propõe redução da maioridade penal para 16 anos, é um “equívoco que precisa ser desfeito”. Para a CNBB, a redução da maioridade penal não é solução para a violência no país. “Investir em educação de qualidade e em políticas públicas para a juventude e para a família é meio eficaz para preservar os adolescentes da delinquência e da violência”, aponta.

Outro tema abordado na nota é o projeto de lei que altera o Estatuto do Desarmamento. A avaliação é de que se trata de ilusão a ideia de que facilitando o acesso da população à posse de armas se combate a violência.

Ao final do texto, a CNBB salienta que muitas destas e de outras matérias que incidem diretamente na vida do povo têm, entre seus caminhos de solução, uma reforma política. A reforma política também foi tratada pelo recém-empossado presidente da conferência, dom Sérgio da Rocha, em entrevista a jornalistas.

Ele disse que “o fato de a Igreja falar da reforma política, mostrar a importância da palavra política, não quer dizer que esteja adotando uma posição que seja do governo que aí está, ou então de um partido ou outro. Nós fazemos isso [falar da reforma política] com sentimento de corresponsabilidade e de responsabilidade na vida social”.

Fonte: Agência Brasil

Prefeitura inaugura quadra poliesportiva de escola municipal

Matéria divulgada na Coluna Ana´polis, Jornal opção – 03 a 09/05/2015.

APARECIDA DE GOIÂNIA: Inaugurado Centro de Artes e Esportes Unificados, CEU das Artes, Orlando Alves Carneiro

Matéria divulgada em Notícias, www.imprensaja.com.br – 02/05/2015.

Protestos contra perda de direitos

Matéria publicada em Política, Jornal O Popular – 02/05/2015.

Inaugurado CEU das Artes Orlando Alves Carneiro

Matéria publicada em Economia, Diário da Manhã – 01/05/2015.

Otoni participa de inauguração do CEU das Artes

Nesta quinta-feira (30), o deputado Rubens Otoni cumpriu agenda em Aparecida de Goiânia durante a inauguração do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU das Artes) Orlando Alves Carneiro, na Cidade Vera Cruz 2. O evento contou com a presença do prefeito Maguito Vilela (PMDB), do secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura, Vinicius Wu, demais autoridades e moradores da região.
 
O CEU das Artes Orlando Alves Carneiro possui 7 mil metros quadrados e conta com estrutura para abrigar biblioteca, cineteatro com 125 lugares, quadra coberta, quadra de vôlei, pista de skate, salas para reuniões, playgrounds, academia aberta, tele centro, SAC e um Centro de Referência de Assistência Social (Cras). "O investimento nesta obra foi R$ 7,7 milhões, sendo R$ 700 mil como contrapartida da administração municipal e R$ 7 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2. Ou seja, é o Governo Federal investindo muito em espaços que façam a diferença na vida de uma cidade e de seus moradores", destacou Otoni.
 
Segundo o secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura, Vinicius Wu, a capacidade da gestão e a iniciativa em dar ao CEU das Artes o objetivo central do projeto fará com que Aparecida se torne referência para outras cidades. “A potencialização da proposta elaborada e a instrumentalização que a prefeitura deu para o objetivo do Ministério da Cultura irá torna-la um modelo. A inauguração de um equipamento cultural tão importante como este precisa apontar para o futuro e também olhar para a memória do povo aparecidense”.
 
Veja mais fotos no Flickr.
 

Fonte: Prefeitura de Aparecida de Goiânia / Publica Marketing Digital