Arquivo mensal abril 2015

Otoni: “Renato Janine tem todas as condições de avançar a educação”

O novo ministro da Educação é um excelente nome e tem conhecimento suficiente para avançar ainda mais a educação brasileira", declarou o deputado federal, Rubens Otoni, após a presidenta da República, Dilma Rousseff, em solenidade na manhã desta segunda-feira, 6, empossar o novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, no Palácio do Planalto.
 
“Quem poderia ser mais indicado para comandar toda a transformação na educação do que um professor?”. Com essas palavras de confiança, a presidenta da República, Dilma Rousseff, em solenidade na manhã desta segunda-feira, 6, empossou o novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, no Palácio do Planalto.
 
“Para consolidar a construção do desafio de uma pátria educadora, convidei um professor, um pensador e um apaixonado pela educação; Renato Janine Ribeiro é uma feliz novidade”, disse a presidenta. Ela reiterou a confiança em Janine para cumprir os principais eixos do Plano Nacional de Educação (PNE). Na cerimônia, Dilma Rousseff lembrou grandes nomes da educação brasileira, como Paulo Freire, Anísio Teixeira, Lourenço Filho, Fernando de Azevedo e Darcy Ribeiro. “Renato Janine Ribeiro está à altura desses educadores”, disse a presidenta. “Sua escolha traz simbolismo à minha prioridade para os próximos quatro anos.”
 
Janine afirmou que espera que a educação constitua um destes pontos que permitam unir o País, gente de um lado ou de outro, mas que sabe que sem educar não se avança. "Incrível como há gente torcendo pelo Brasil! Incrível como há tanta gente acreditando que a educação é O, ou um dos principais, caminho(s)!"
 
Biografia
 
Natural de Araçatuba, São Paulo, o ministro Renato Janine Ribeiro é doutor em filosofia pela Universidade de São Paulo (USP). Desde 1994, é professor titular da disciplina ética e filosofia política na USP. Tem 78 capítulos de livros editados e 18 livros publicados. Recebeu o Prêmio Jabuti, em 2001; a Ordem Nacional do Mérito Científico, em 1997, e a Ordem do Rio Branco, em 2009.
 
O novo ministro da Educação também foi membro do conselho deliberativo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), de 1993 a 1997, e do conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), de 1997 a 1999. Foi secretário da SBPC de 1999 a 2001 e diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), de 2004 a 2008.
 
Fonte: G1

Otoni dá continuidade à projeto que já beneficiou 6 mil jovens

O deputado federal, Rubens Otoni, recebeu na manhã de hoje (1º) 45 alunos do curso de Farmácia da UniEvangélica (Anápolis), no Salão Verde, da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). A iniciativa "Conhecendo O Congresso Nacional" é um dos maiores projetos do mandato popular do parlamentar. Mais de seis mil universitários e demais segmentos de todo Estado já foram beneficiados com a ida ao Congresso Nacional. Em conversa com os jovens, Otoni deu as boas-vindas e pontuou ações importantes de seu mandato. Os alunos ainda participaram de uma palestra no Conselho Federal de Farmácia.

Para Otoni, autor do projeto, o “Conhecendo o Congresso” está consolidado. “É uma satisfação muito grande ter condições de dar continuidade à esta iniciativa. É uma forma de aproximar os jovens do Congresso Nacional, despertando o interesse deles também pela política”, pontua o deputado.

Segundo dados da coordenação do projeto, desde o lançamento, em 2007, o mandato popular de Otoni já custeou a ida de 6.336 estudantes goianos das mais variadas instituições de ensino de Goiás. Graças a parceria com o Centro Universitário de Anápolis (UniEvangélica) 5.216 jovens já foram beneficiados. Também dentro do cronograma, que é elaborado por meio de uma triagem, participam ainda faculdades, colégios, escolas, associações, entre outros segmentos.

Abadiânia, Pontalina, Pirenópolis, Morrinhos, Rio Verde, Alexânia, Quirinópolis, Montes Belos são alguns dos já municípios contemplados. A expectativa é de que, ao menos, quatro vezes ao mês o projeto seja realizado em 2015 com a ida de turmas novas.

“Buscamos também com o projeto facilitar o entendimento da legislação brasileira, do Senado e da Câmara dos Deputados. Essa é uma forma de contribuir para que os universitários tenham não só acesso à cidadania, mas ao seu exercício de fato”, destaca o Otoni.

 

Fonte: Publica Marketind Digital